Aulas no novo campus da UFSM/Cachoeira ficam para 2019

Prefeito e secretários visitaram canteiro de obras nesta quinta-feira

 

 

O início das aulas no novo campus da UFSM/Cachoeira ficou para o primeiro semestre do ano que vem. O anúncio foi feito pelo diretor da universidade federal Rogério Brittes, durante visita do prefeito Sergio Ghignatti e seus secretários aos prédios da UFSM/Cachoeira no Passo da Areia, na tarde desta quinta-feira.

A mudança no cronograma de início das aulas é para evitar transtornos. A UFSM/Cachoeira ainda aguarda que a RGE Sul garanta a capacidade de energia para o complexo. Além disso, explicou o diretor, os prédios de salas de aulas terão de ser adaptados para servirem como alas administrativas, já que as licitações destas edificações ainda não saíram. “Então, iniciaremos ano que vem, quando já teremos quatro blocos de salas de aula prontos”, explicou.

O prefeito Sergio Ghignatti se surpreendeu com a grandeza da estrutura e o andamento das obras. Atualmente, três empreiteiras contam com cerca de 100 operários divididas nas construções dos blocos de prédios de salas de aulas, laboratórios, lancherias, arruamento e casa do estudante.

ORGULHO

“Vocês que são mais jovens e estão aqui agora vão se surpreender com o tamanho que esta estrutura terá daqui 10 anos”, orgulhou-se GG, que fez todas negociações iniciais para conquista da UFSM na cidade junto ao Governo Federal.

GG chamou para a visita ao campus um dos integrantes do grupo de lideranças da cidade que sugeriu ao prefeito o pleito pela UFSM, José Antônio Coelho, vizinho do campus. O grupo de lideranças que se reúnem frequentemente e debatem questões relacionadas ao desenvolvimento da cidade é autointitulado gabinete da crise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *