Cabanha Paillon está na final do Freio de Ouro

Mascarado de São Cristovão ficou em quarto na classificatória de Esteio

 

O cavalo Mascarado de São Cristovão, garanhão da Cabanha Paillon, de Gianmarco Costabeber, está classificado para a final do Freio de Ouro 2018. Ele ficou em quarto lugar na classificatória aberta ao Freio de Ouro, seletiva que encerrou neste domingo, em Esteio.

Mascarado foi levado à pista pelo ginete Fabricio Barbosa, que agora foca a decisão, na Expointer. A Paillon seleciona crioulos para provas de alta performance há cinco anos e esta é a primeira vez que chega à final do Freio de Ouro.

Freio de Bronze, o garanhão JA Impecável ficou em sétimo na seletiva aberta de Esteio e voltará à decisão do Freio de Ouro. Ele foi conduzido pelo ginete Daniel Wairich Marim Teixeira na pista do Assis Brasil.

O cavalo pertence ao Condomínio Impecável, que tem entre os seus sócios a Agropecuária Burtet, de Leônidas Burtet, de Cachoeira do Sul.

 

Comentários