Cheia de otimismo, Fenarroz abre nesta terça-feira

Comissão executiva espera que sejam encaminhados negócios na ordem dos R$ 200 milhões em seis dias de evento

 

Com 316 expositores e expectativa de movimentar pelo menos R$ 200 milhões em negócios a 20ª Feira Nacional do Arroz (Fenarroz) abre nesta terça-feira, às 10h.

A comissão organizadora está cheia de otimismo, mesmo em um ano de crise econômica nacional e dos três adiamentos que o evento sofreu em razão da greve dos caminhoneiros que bloqueou estradas em todo o Brasil nos últimos 10 dias do mês de maio.

“Queremos, no mínimo repetir o sucesso da 19ª Fenarroz, mas acreditamos que será possível vender ainda mais, pois percebe-se nitidamente o crescimento da feira com relação à última edição, a de 2016. São muito mais máquinas e equipamento em exposição”, avalia o vice-presidente geral da Fenarroz, Luís Alberto Silva. Ele integra a executiva da Fenarroz desde 1998 e foi presidente da feira em 2012, 2014 e 2016.

Na tarde desta segunda o movimento era intenso por todos os lados do Parque Ivan Tavares. Enquanto em alguns estandes ainda recebiam acabamento em suas estruturas, em outros a montagem de máquinas já dava o ar de Fenarroz aos pavilhões.

Com ingresso a R$ 10,00 e estacionamento a R$ 15,00 (incluindo o acesso do motorista ao parque), a feira irá de hoje até domingo.

Nos seis do evento, conforme a legislação vigente, estudantes, idosos de no mínimo 65 anos e pessoas com necessidade especial que comprovarem tais condições pagam R$ 5,00 pelo convite. O horário de visitação será sempre das 10h às 22h.

Comentários