Com enxugamento de despesas, Fenarroz 2018 não deixará prejuízos

Números serão divulgados assim que balanços ficarem prontos

 

Com uma dívida acumulada de R$ 1,2 milhão em suas últimas edições, a Feira Nacional do Arroz (Fenarroz) poderá não ser lucrativa em 2018, mas também não deixará prejuízo. “Na pior das hipóteses teremos um equilíbrio entre a receita e os gastos”, anunciou neste domingo, no último dia do evento o presidente da feira, Franscisco de Paula Vargas.

Ainda sem os balanços financeiros da 20ª Fenarroz, ele destacou que a Fenarroz 2018 tem três fontes de renda, os patrocinadores (cerca de R$ 200 mil), a venda de espaço (em torno de R$ 300 mil) e a bilheteria, que só deverá ter sua receita apresentada nesta segunda-feira. Os custos da feira, conforme ele, deverão girar na casa dos R$ 550 mil.

“Só com diesel para abastecer o gerador de energia do parque serão gastos em torno de R$ 70 mil”, exemplificou. “Também temos custos com as equipes de limpeza, de segurança e de manutenção do parque, além de material gráfico e publicidade”, acrescenta.

Mantendo sua posição de tornar transparente as contas da Fenarroz, ele reforçou ontem que assim que receber os balanços financeiros da 20ª edição da feira, ele os tornará público. Ele acredita que a divulgação ocorrerá dentro de no máximo 15 dias.

FEIRA ENXUTA
Vargas se diz satisfeito com o resultado da 20ª Fenarroz. “Fizemos uma feira enxuta em gastos, pois focamos em começar a pagar contas atrasadas, e para isto foi necessários cortar gastos. Não tivemos investimentos no parque e reduzimos ao máximo os custos com divulgação. Mesmo assim tivemos uma feira de alto nível e que deixou contente os expositores”, frisa o presidente.

Segundo ele a feira teve 316 expositores e ontem ele fez visitas aos principais expositores para fazer um balanço de volume de vendas. Ele acredita, conforme conversas que manteve com o grupo, que as vendas e negócios encaminhados atingiram R$ 220 milhões, superando a meta dos R$ 200 milhões que foi a marca registrada na edição anterior do evento, a de 2016.

De acordo com o presidente, cerca de 50 mil visitantes passaram pelo parque nos seis dias de evento, incluindo gratuidades, meio-ingressos, expositores e demais credenciados com livre acesso.

Comentários