Inter derrota o Santos por 2 a 1 e sobe para quinto

Damião e Victor Cuesta garantiram a vitória na Vila Belmiro

 

O Inter confirmou o grande momento no Brasileirão com vitória por 2 a 1 sobre o Santos, neste domingo, em plena Vila Belmiro.

Com o triunfo, o Colorado chegou a sete jogos de invencibilidade. A sequência de quatro vitórias e três empates deixa o Colorado na quinta colocação, com 19 pontos, atrás do Grêmio pelo saldo de gols.

Com o sistema defensivo mais uma vez sólido, o Inter não deu muitas chances de finalização para o Peixe.

O Inter ameaçou primeiro com Pottker, mas Vanderlei defendeu. Aos 33, Iago trombou na área com Renato e o árbitro Wagner Magalhães marcou pênalti. Leandro Damião cobrou a penalidade, fez 1 a 0 e anotou o seu 100º gol com a camisa colorada. O Santos só teve uma boa chance, aos 44, mas Sasha chutou na trave.

No segundo tempo, o Inter voltou com o goleiro Daniel no lugar de Danilo Fernandes. Aos três minutos, Gabigol se atirou na área e o árbitro marcou pênalti. Gabigol cobrou e empatou em 1 a 1.

A reação colorada foi imeadiata. Aos sete, Lucca cobrou falta e Victor Cuesta cabeceou para marcar 2 a 1. O santista zagueiro Lucas Veríssimo reclamou falta e acabou expulso.

Com um a mais, o Inter pouco ameaçou o Santos, mas manteve o controle sobre o adversário. Na única boa chance santista, aos 44, Léo Cittadini chutou por sobre o gol, para alívio dos colorados.

Quarta-feira, no Beira-rio, o Inter receberá o Vasco antes da parada para a Copa do Mundo. Edenílson cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Santos (1): Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato e Jean Mota; Eduardo Sasha (Léo Cittadini), Gabigol (Gustavo Henrique) e Rodrygo. Técnico: Jair Ventura.

Inter (2): Danilo Fernandes (Daniel); Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, Lucca (Nico López) e William Pottker; Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann.

Comentários