Papa Francisco já pode decidir quem será o bispo de Cachoeira

Monsenhor confirmou com núncio apostólico que lista tríplice já foi encaminhada ao Vaticano

 

O papa Francisco já pode escolher o nome do novo bispo da Diocese de Cachoeira do Sul, em substituição a dom Remídio Bohn, falecido no último mês de janeiro.

Ainda não há previsão de quando a nomeação do bispo será anunciada. Estes processos levam em média de oito a 12 meses, daí a expectativa que o anúncio aconteça próximo do final deste ano.

O monsenhor Elcy Arboite, que coordena a diocese atualmente, confirmou que teve um diálogo sobre o processo de escolha do novo bispo com o núncio apostólico no Brasil, Giovanni d’Aniello.

“Conversamos na Assembleia Nacional de Bispos, ocorrida em Aparecida (SP), no mês passado, quando questionei sobre este assunto. O núncio me contou que havia concluído seu trabalho aqui no Brasil”, revelou o monsenhor.

O trabalho do núncio apostólico é encaminhar para Roma a conclusão do processo de consulta feito pela Confederação Nacional de Bispos do Brasil. Este processo culmina em uma lista tríplice de nomes sugeridos para apreciação do papa.

SEGREDO DA IGREJA

Elcy confirma que ele e outros integrantes da Diocese de Cachoeira receberam envelopes lacrados e enviaram suas sugestões de nomes para novo bispo. Podem ser padres para serem nomeados bispos, bispos auxiliares ou bispos que atuem em outras regiões do país. As sugestões, porém, não podem ser reveladas. “Todo rito acontece em segredo”, explicou. Assim como a Diocese, os bispos gaúchos também são consultados, assim como a CNBB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *