Tite no Grêmio de José Otávio Germano

Em 2001, o cachoeirense José Otávio Germano, então ex-deputado estadual, estava sem mandato. Havia perdido a eleição de 1998 para o PT. Era o vice da chapa de reeleição do governador Antônio Brito, mas deu Olívio Dutra. Terminou por aceitar ser vice-presidente de futebol do Grêmio e recebeu a missão de contratar um técnico.

O escolhido era Paulo Roberto Falcão, ex-craque do Inter. José Otávio acertou bases salariais e condições de trabalho e anunciaria Falcão numa quarta-feira pela manhã. Na terça à noite, entretanto, Falcão ligou e disse que não poderia aceitar em razão de sua identificação permanente com os colorados.

Sugeriu que José Otávio buscasse um jovem técnico que despontava no Caxias, Tite. Com Tite, José Otávio ganhou em 2001 o Gauchão e a Copa do Brasil e, em 2002, elegeu-se pela primeira vez deputado federal.

A propósito

No dia de hoje, Tite é o personagem mais importante do país. Às 14h irá apresentar sua lista de convocados para a Copa do Mundo da Rússia, agora como técnico da Seleção Brasileira. Vai tentar o hexacampeonato. Pode dar sorte ao Brasil como deu sorte a José Otávio Germano há 17 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *