Inter bate o Vasco por 3 a 1 e sobe para quarto lugar

Nico López, Patrick e Victor Cuesta marcaram os gols

 

O Inter manteve o embalo no Campeonato Brasileiro com uma vitória segura sobre o Vasco, por 3 a 1, quarta-feira à noite, no Estádio Beira-rio.

A sequência de oito jogos de invencibilidade deixa o Colorado em quarto lugar, com 22 pontos, cinco atrás do líder Palmeiras. O time ganhou a posição do Grêmio, que ficou em quinto, com 20 pontos, ao empatar em 0 a 0 com o Sport.

O próximo jogo agora é só após a Copa do Mundo, no dia 19 de julho, contra o Atlético-PR, fora de casa.

Patrick recebeu o terceiro cartão amarelo por comemorar o seu gol com a máscara do Pantera Negra e será o desfalque na retomada do Brasileirão.

O técnico Odair Hellmann optou por Nico López para começar o duelo. A escolha deu certo logo aos 10 minutos, quando Patrick puxou contragolpe e o uruguaio marcou 1 a 0.

Mesmo com o gol, o Inter manteve a postura ofensiva e mandou no jogo. O Vasco só assustou uma vez, em cobrança de falta de Pikachu, aos 42, defendida por Marcelo Lomba. Aos 44, Patrick marcou 2 a 0.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto Nico López cruzou e mandou a bola na trave. O Vasco passou a atacar e diminuiu para 2 a 1 aos 20. Andrey chutou e Marcelo Lomba aceitou.

Aos 21, Fernando Miguel evitou com os pés o gol de Damião. Aos 22, foi a vez de Andrey assustar Lomba. O gol da tranquilidade para o Inter saiu aos 23. Após escanteio, Victor Cuesta de cabeça marcou 3 a 1.

O jogo seguiu aberto, com os dois times criando boas chances para movimentar o placar. O Vasco ameaçou com Pikachu, mas Lomba fez boa defesa. Aos 40, Caio Monteiro teve a chance para descontar. No entanto, Rodrigo Moledo evitou o gol em cima da linha.

No minuto seguinte, Nico López desperdiçou uma chance incrível. O atacante chegou a driblar o goleiro, mas mandou a bola na trave.

Os colorados ganham 10 dias de folga e depois retomarão os treinos com a missão de manter a grande fase no segundo semestre.

Inter (3): Marcelo Lomba; Fabiano, Moledo, Cuesta e Iago; Dourado, Patrick, Nico López, Lucca (Gabriel Dias) e Pottker (Camilo); Damião (Brenner). Técnico: Odair Hellmann.

Vasco (1): Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Miranda, Erazo e Henrique; Desábato, Andrey, Cosendey (Bruno), Pikachu e Giovanni Augusto (Evander); André Ríos (Caio Monteiro). Técnico: Jorginho.

Comentários